Duas pessoas morreram soterradas e uma está gravemente ferida depois de deslizamento de terra, sábado, na localidade de Tetete, a 60 quilómetros da vila autárquica do Gurué, na província da Zambézia. A informação foi avançada pelo administrador distrital, Costa Chirembue.

De acordo com o administrador do distrito de Gurué, Costa Chirembue, para além dos óbitos e feridos registados no deslizamento de terra, outras duas pessoas que praticavam mineração artesanal foram baleadas pela polícia na localidade de Magige.

“Tomamos conhecimento de acordo com as autoridades policiais. Estamos a construir uma unidade sanitária e tivemos informações que naquele espaço existem alguns recursos minerais, por isso um grupo de cidadãos decidiu invadir aquela área e na tentativa de impedir a invasão a polícia efectuou disparos e duas pessoas foram alvejadas”, explicou o administrador.

Entretanto, contra todos os riscos a que está sujeita, a população ainda continua a dedicar-se a mineração artesanal sem observância de medidas de segurança.

Refira-se que casos de morte por desabamento dos solos na sequência da mineração artesanal são frequentes no distrito de Gurué.

O País