O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), divulgou ontem que dezenas de crianças foram mortas, sendo que 12 foram violadas e as restantes raptadas, num conjunto sucessivo de ataques perpetuados no Sudão do Sul, nas duas últimas semanas.

Segundo a imprensa Lusa, o caso deu-se no Estado de Unity que foi testemunhado por vários relatos colhidos no local. Assim, foram vistos homens e rapazes vestidos a civil a perpetuar os ataques, no qual destruíam bens e vidas na região em destaque.

Deste modo, o UNICEF referiu que na sua cotação estima-se que um total de 13 mil crianças foram recrutadas e distribuídas nas áreas de conflitos para servirem.