Destaque Tribunal legaliza prisão preventiva dos indiciados de enterrar vivos 7 cidadãos em...

Tribunal legaliza prisão preventiva dos indiciados de enterrar vivos 7 cidadãos em Maluana

Já foi legalizada a prisão preventiva dos 09 indivíduos indiciados de terem torturado e enterrado vivos sete cidadãos na Maluana, distrito da Manhica, província de Maputo, por alegado envolvimento no roubo de gado bovino

O facto foi confirmado à Rádio Moçambique pelo porta-voz da Procuradoria Provincial de Maputo.

Jorge Chivinge adianta que a legalização da prisão preventiva dos 9 indivíduos, resulta da decisão do Tribunal em virtude do pedido do Ministério Público no processo em instrução preparatória.

Á margem da detenção dos referidos indivíduos, a Procuradoria foi pressionada pelos familiares a permitir que os visados respondessem o processo em liberdade.

Pela complexidade do processo, o Ministério Público entendeu que o melhor, é manter a decisão de seguir com as investigações com os indivíduos em prisão preventiva.

Entretanto, continua difícil identificar os últimos dois corpos de cidadãos que foram torturados e enterrados vivos na mesma acção, em Maluana.

A Procuradoria provincial diz haver falta de colaboração da população na identificação dos dois corpos.

Recordar que dos sete indivíduos torturados e enterrados vivos, três eram agentes da Polícia da República de Moçambique.