A Ordem dos Advogados de Moçambique condena a crispação existente entre os advogados e magistrados no exercício de funções jurisdicionais.

A crítica foi feita esta segunda-feira 14, em Maputo, pelo Bastonário da Ordem dos advogados, Duarte Casimiro, na cerimónia que marcou o lançamento da semana do Advogado.

Por outro lado, Duarte Casimiro, sublinhou que devido ao impacto da pandemia da Covid-19, a Ordem dos Advogados tem estado a se reinventar para continuar a garantir o acesso à Justiça.