Início Economia Conselho de Ministros aprovou cenário fiscal prevendo melhorias na economia nacional

Conselho de Ministros aprovou cenário fiscal prevendo melhorias na economia nacional

O cenário fiscal de médio prazo, aprovado na terça-feira (06) pelo Conselho de Ministros, prevê que a economia nacional se reanime, à medida que o país conseguir mitigar a Covid-19 e arrecadar mais receitas.

Instrumento de planificação e orçamentação trienal, o cenário fiscal introduz uma visão de médio prazo, neste caso 2022/24, destacando as linhas da política e da estratégia do Governo, de acordo com o porta-voz do Conselho de Ministros.

Filimão Suaze, que falava em Maputo após a 11ª sessão ordinária do órgão, explicou que as linhas da política e de estratégia são detalhadas e operacionalizadas pelo Plano Económico e Social e Orçamento do Estado. O cenário visa ainda efectuar mudanças estruturais da despesa e aumentar o grau de previsibilidade dos recursos.

Desta forma, o instrumento contribui para a planificação estratégica, coerente e compatível com os recursos disponíveis, tendo em conta a conjuntura e aspectos estruturais.

Relativamente ao novo decreto de medidas para a contenção da pandemia, à luz da última comunicação do Chefe do Estado, na segunda-feira à noite, Filimão Suaze destacou que o encerramento de todos os serviços, incluindo as aulas no Ensino Superior, não deve ser para além das 20 horas, facto que visa permitir que os cidadãos consigam chegar à casa antes das 22 horas, início do recolher obrigatório.

O Conselho de Ministros avaliou a situação de emergência dos deslocados internos de Palma, em Cabo Delgado, onde milhares de pessoas estão deslocadas devido aos ataques terroristas.

O porta-voz da sessão anunciou o arranque, no próximo sábado, de uma campanha de vacinação animal em defesa da sanidade pública e económica, cujos números serão anunciados dentro de dias.

FONTEJornal Notícias
Artigo anteriorComunicação Social e Radiodifusão com proposta de nova lei que vai ao plenário da AR
Próximo artigoChegará em Junho o novo livro da 5ª classe