A Inspecção Nacional das Actividades Económicas suspendeu mais de 480 estabelecimentos comerciais nos últimos dez anos, em todo o país. No mesmo período, foram igualmente, aplicadas multas no valor de cerca de 288.4 milhões de meticais.

No quadro das celebrações dos 10 anos da Inspecção Nacional de Actividades Económicas, INAE, quadros desta instituição adstrita ao Ministério da Indústria e Comércio avaliaram esta segunda-feira, em Maputo, o desempenho do sector, com enfoque na defesa do consumidor. O atropelo às normas tem sido o grande “Calcanhar de Aquiles” no exercício da actividade económica no país.

De denúncias, reclamações a queixas dos consumidores, a inspectora-geral da INAE, Maria Rita Freitas, defendeu, no entanto, que é preciso acarinhar a classe empresarial, embora se estabeleça alguns limites.

Para os próximos anos, a Inspecção Nacional de Actividades Económicas já identificou desafios a ultrapassar.

A INAE foi criada em 2009, e conta com um universo de 117 inspectores espalhados por todo o país.

O País