Subida do metical em relação ao dólar e ao rand sul-africano fez com que o Governo reduzisse o preço do gás doméstico em 42%, saindo de 70.32 meticais/quilo para 40.57 meticais. Feitas as contas, o preço de uma botija de gás de 11 quilogramas vai passar dos actuais 773 para 446 meticais.

Outro aspecto que terá contribuído para a redução do preço do gás doméstico é a diminuição na procura por este combustível, nas grandes cidades moçambicanas, segundo revelou o director nacional adjunto de Hidrocarbonetos e Combustíveis, Almirante Dima.

Sem revelar muitos dados, Dima disse que o CIF (Custo, Seguro e Frete) pago na importação de gás doméstico baixou 100 dólares na vizinha África do Sul.

Em sentido contrário, a gasolina passa de 53.57 meticais o litro para 57.89 meticais, um aumento que coloca em situação de aperto os automobilistas, num cenário em que o transporte público de passageiros não se apresenta como alternativa para quem pretende deixar o carro em casa.

De acordo com um comunicado do Ministério dos Recursos Minerais e Energia (MIREME), o preço do gasóleo desce ligeiramente dos actuais 51.79 meticais o litro para 50.48 meticais, uma diferença de 1.31 metical. O petróleo de iluminação aumenta ligeiramente dos actuais 37.88 meticais o litro para 39.65 meticais, uma subida de 1,77 metical.

A alteração dos preços de combustíveis enquadra-se na aplicação, na íntegra, pelo Governo do artigo 67 do Decreto 45/2012, de 28 de Dezembro, que estabelece a necessidade da revisão dos preços de venda ao público numa base mensal, sempre que se verifique uma variação do preço-base superior a três por cento ou caso haja alteração dos impostos.

O último ajustamento do preço de combustíveis, lembre-se, foi a 17 de Maio de 2017, depois de, em Março, o governo anunciar o fim do subsídio generalizado.

O País

Advertisements

COMENTE PELO FACEBOOK