Destaque Milhares de pessoas forçadas a sair de casa após terramoto de 7,1...

Milhares de pessoas forçadas a sair de casa após terramoto de 7,1 na China

Receba atualizações de trabalhos do MMO Emprego

Siga o nosso canal do Whatsapp para receber atualizações diárias anúncios de vagas.

Clique aqui para seguir

Um terramoto de magnitude 7,1 que atingiu o oeste da China na terça-feira matou três pessoas e deixou cinco feridos, tendo danificado centenas de edifícios.

O epicentro do terramoto ocorreu numa zona remota da região de Xinjiang, perto da fronteira com o Cazaquistão. A área é escassamente povoada, o que ajudou a reduzir o número de vítimas.

No entanto, mais de 12.000 pessoas foram forçadas a sair de casa e estão agora alojadas em tendas e outros abrigos improvisados.

As imagens exibidas pela televisão estatal CCTV mostram pessoas a comerem massa instantânea em tendas, com fogueiras a aquecer.

As autoridades locais disseram que planeiam verificar a estabilidade das casas antes de as pessoas poderem regressar.

O terramoto causou danos significativos em 851 edifícios, fazendo ruir 93 estruturas perto do epicentro.

A área é habitada maioritariamente por quirguizes e uigures, minorias étnicas de origem muçulmana que têm sido alvo de uma campanha estatal de assimilação forçada e de detenção em massa.

A prefeitura enviou mais de 2.300 socorristas e a vila de Akqi evacuou 7.338 habitantes. No total, foram evacuadas 12.426 pessoas.

As equipas de salvamento vasculharam os escombros enquanto equipamento de sobrevivência de emergência, incluindo casacos e tendas, foram enviados para ajudar os milhares de pessoas que fugiram das suas casas.

“Este terramoto de magnitude 7,1 é muito forte, mas a situação dos mortos e feridos não é grave”, declarou Zhang Yongjiu, chefe da Administração de Terramotos de Xinjiang, em conferência de imprensa.

O epicentro do terramoto foi numa área montanhosa a cerca de 3.000 metros acima do nível do mar, disse Zhang.

As réplicas do terramoto continuaram a abalar a região na quarta-feira, mas não causaram novos danos.