O ex-padre norte-americano, que vai ser julgado em Timor-Leste por abuso sexual de menores, entre outros crimes, é procurado pelos Estados Unidos que pediram à Interpol a detenção por suspeitas de fraude.

Na página digital da Interpol pode ler-se que Richard Daschbach é procurado pelas autoridades dos Estados Unidos por pelo menos “três acusações de fraude bancária”, sem apresentar quaisquer dados do processo em causa.

A “notificação vermelha” da Interpol, com o número 2019-112634, refere que Dashbbach é natural da Pensilvânia, completou 84 anos no final de janeiro e tem nacionalidade indonésia e norte-americana.