Kelyn Spandoni, moradora de Nova Orleans, nos Estados Unidos, foi presa na última quarta-feira passada, acusada de fraude bancária e transmissão ilegal de fundos monetários. A mulher havia se recusado a devolver a quantia de R$ 6,8 milhão (cerca de 73,5 milhões de meticais) depositada em sua conta por engano.

Segundo o jornal Extra, uma corporação de serviços financeiros transferiu, sem querer, o dinheiro para a americana de 33 anos.

A polícia informou que Kelyn, ao se deparar com o valor, transferiu todo o dinheiro para outra conta bancária. Logo depois, gastou parte dele ao comprar uma casa nova e um carro.

O banco tentou recuperar a quantia, mas se deparou com uma conta (a de Kelyn) vazia. “Não é dinheiro dela. Ela não tem direito legal a esse dinheiro. Mesmo que tenha sido colocado lá por engano, foi um erro de contabilidade”, disse o capitão Jason Rivarde, da polícia de Jefferson Parish.