Alexei Navalny acusa o presidente russo de estar “por trás” do seu envenenamento. Numa entrevista à revista alemã _Der Spiegel , _a primeira publicada desde que saiu do hospital, o principal opositor do Kremlin afirmou que Putin está envolvido e que não tem outras versões sobre o que aconteceu.

Diz que agora o seu trabalho é continuar a ser a pessoa que não tem medo, e garante que não está assustado. Na entrevista, disse ainda que “não vai dar a Putin o presente de não regressar à Rússia”.

As acusações de Navalny já tiveram resposta de Moscovo.

Depois de serem divulgados os primeiros excertos da entrevista, o presidente da câmara baixa do parlamento acusou o opositor do Kremlin de trabalhar para os serviços secretos do ocidente e disse que só uma pessoa desonesta pode fazer tais declarações.

Alexei Navalny continua em convalescença na Alemanha.