Uma mulher de 102 anos é a principal suspeita de um assassinato em um asilo na cidade de Chézy-sur-Marne, na França.

Segundo informações da polícia, a vítima foi encontrada morta na cama com vários hematomas pelo rosto. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal da cidade e foi constatada a morte por estrangulamento.

No mesmo dia, ainda no asilo, a idosa de 102 anos começou a ficar muito agitada. “Ela estava confusa e disse a um dos cuidadores que tinha matado alguém”, contou uma funcionária à agência de notícias AFP.

A mulher foi levada para exames psiquiátricos e internada em um clínica especializada nestes casos. Após os resultados dos testes, será possível concluir se a idosa foi mesmo a autora do crime.

Metrópoles