Internacional Missão da UA reúne-se com corpo diplomático africano em Sandton para discutir...

Missão da UA reúne-se com corpo diplomático africano em Sandton para discutir processo eleitoral na África do Sul

Receba vagas no seu WhatsApp

Siga o nosso canal do WhatsApp para receber vagas no status do WhatsApp.

Clique aqui para seguir

Nesta terça-feira, observadores da União Africana (UA) encontram-se na cidade de Sandton com representantes diplomáticos africanos acreditados em Pretória. O objectivo do encontro é promover a troca de opiniões sobre o actual processo eleitoral em curso na África do Sul.

A missão de observação da UA é liderada pelo ex-presidente do Quénia, Uhuru Kenyatta. De acordo com informações apuradas, a União Africana tem 60 observadores provenientes de 24 países do continente, incluindo Moçambique e Angola.

No decorrer desta segunda-feira, a comissão eleitoral independente da África do Sul confirmou a presença de observadores de 170 organizações, sendo 80 delas internacionais. Entre elas destacam-se as missões da União Africana e da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Mawethu Mosery, representante da comissão eleitoral sul-africana, revelou que os observadores africanos receberam um breve treinamento e estão a monitorar o processo de votação especial desde ontem:

“Tivemos a oportunidade de informá-los e também de treiná-los sobre o nosso processo eleitoral e, pelas indicações que temos, eles estão a monitorar o processo de votação especial. Eles vão continuar aqui no país”, afirmou.

Hoje marca o segundo e último dia da votação especial, que visa abranger mais de um milhão e seiscentos mil eleitores. A Comissão Eleitoral afirma ter enfrentado um número insignificante de constrangimentos no primeiro dia de votação especial em toda a África do Sul.

Ganhe 1000MT hoje no Aviator. Comece com 10MT.