Internacional Africa Fortes chuvas causam pelo menos 66 mortes na Tanzânia em Abril

Fortes chuvas causam pelo menos 66 mortes na Tanzânia em Abril

Receba atualizações de trabalhos do MMO Emprego

Siga o nosso canal do Whatsapp para receber atualizações diárias anúncios de vagas.

Clique aqui para seguir

Pelo menos 66 pessoas perderam a vida na Tanzânia este mês devido às intensas chuvas e inundações exacerbadas pelo fenómeno meteorológico El Niño, anunciaram as autoridades locais.

O porta-voz do governo tanzaniano, Mobhare Matinyi, informou à agência espanhola EFE que dezassete distritos, incluindo Rufiji e Kibiti (leste), foram gravemente afetados. Como resultado, seis campos de alojamento temporário foram estabelecidos, abrigando 2.883 pessoas deslocadas.

As inundações atingiram mais de 125.600 pessoas em todo o país, devastando culturas agrícolas e provocando estragos significativos na infraestrutura local.

No dia 14 deste mês, as autoridades já tinham relatado a morte de pelo menos 58 pessoas devido às condições climáticas adversas. Desde então, o número de vítimas fatais aumentou, com o porta-voz da polícia tanzaniana, David Msime, indicando que o crescimento ocorreu no final da semana passada.

As inundações também se propagaram para novas regiões no norte e noroeste da Tanzânia, afetando áreas como Mwanza, Simiyu e Arusha.

Desde outubro passado, as fortes chuvas têm assolado a região da África Oriental, resultando em centenas de mortes nos países vizinhos, como Quénia, Somália e Etiópia, de acordo com relatórios da ONU e dos respetivos governos.

Em dezembro do ano anterior, pelo menos 88 pessoas perderam a vida devido a inundações e deslizamentos de terras causados pelo fenómeno El Niño no norte da Tanzânia, conforme divulgado pelo Gabinete de Coordenação dos Assuntos Humanitários das Nações Unidas (OCHA).

O El Niño é caracterizado por uma alteração na dinâmica atmosférica, resultante do aquecimento das águas do Oceano Pacífico.