A população do distrito de Boane, província de Maputo, reprovou ontem a mensagem apresentada ao Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi.

O acto aconteceu em comício popular orientado pelo Chefe do Estado, na localidade de Mulotane, posto administrativo de Matola-Rio, no âmbito da visita presidencial que Nyusi realiza desde ontem na província de Maputo.

A reprovação do relatório das realizações do governo distrital, apresentado em nome da população, foi manifestada através de gritos, assobios, palavras depreciativas ao logo da leitura da mensagem.

A população desmentia que no distrito há melhorias na construção e reabilitação de vias de acesso e a eficiência de distribuição de águas às comunidades.

Perante este clima, o Chefe do Estado ordenou imediatamente para que cinco membros da comunidade pudessem expor livremente todos os problemas que preocupam o distrito.

Foram enumeradas várias dificuldades, com destaque para a falta de energia eléctrica, fornecimento de água, estradas, escolas, hospitais e outros.

Por seu turno, o Presidente agradeceu a abertura dos cidadãos daquele distrito e garantiu que tudo o que foi apresentado como problemas vai merecer a devida solução.

“Já ouvi as vossas preocupações que são a falta de energia, água, transportes, estradas, escolas e hospitais, por isso, hoje mesmo vou reunir com o executivo para estudarmos as possível solução. Na área de transporte, por exemplo, vou reunir os municípios para disponibilizar autocarros para esta zona. Na saúde, Boane vai ter um hospital distrital. Na área de energia, estão aqui os técnicos para expandir a energia eléctrica, no âmbito do programa energia para todos” garantiu o Presidente da República.

Acrescentou ainda que, todos os problemas já estavam na lista do programa do Governo e alguns projectos relativo à resolução estão em curso.

Jornal Notícias