O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) entregou esta semana certificados aos participantes da 3.ª Edição do programa “Summer School”, realizada pelo projecto Maputo Living Lab (MLL) e implementada pelo MCT, com o apoio da província autónoma de Trento, na Itália, em estreita colaboração com a Universidade Degli Studi di Trento.

A presente edição tinha como objectivo capacitar estudantes finalistas em Informática no domínio de desenvolvimento de protótipos de soluções para as comunidades rurais.

Durante a formação, os estudantes tiveram a oportunidade de aprender a usar ferramentas nos módulos “Software Project Management”, “Introduction to Web Application Development”, “Server-Side Services Development” e “Android Development & Web Application Development”.

A cerimónia de entrega de certificados foi dirigida pelo timoneiro da pasta de Ciência e Tecnologia, Louis Pelembe, e contou com a presença do Embaixador da Itália acreditado em Moçambique, representantes das instituições do Ensino Superior e dos estudantes que participaram na 3.ª Edição do Summer School.

Na ocasião, Louis Pelembe afirmou que o Governo olha para as Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) como uma ferramenta de elevada importância na promoção do desenvolvimento do país, e em resultado deste reconhecimento tem vindo a aprovar diferentes instrumentos que concorrem para a promoção do uso das TICs em Moçambique e maximização dos seus benefícios, nomeadamente a Política de Informática e respectiva Estratégia de Implementação, a Estratégia de Governo Electrónico, entre outros.

“Estabelecemos a Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação de Moçambique, documento que sublinha o carácter transversal das TICs na promoção do desenvolvimento do nosso país bem como a importância da disseminação do conhecimento científico e tecnológico”, sublinhou.

Segundo o Ministro da Ciência e Tecnologia, a expansão da rede de telefonia móvel, a implementação do Governo Electrónico, o estabelecimento dos Centros Multimédia e Comunitários e Centros Provinciais de Recursos Digitais são alguns exemplos de acções de impacto em curso em Moçambique.

De referir que o Summer School já formou desde a primeira edição cerca de 50 estudantes, dos quais cinco beneficiaram-se de bolsas de estudos para fazer mestrado na Itália, e cinco foram fazer um curso de seis meses na Universidade de Trento e estágio profissional em empresas de desenvolvimento de software na Itália.