Estrangeiros detidos com vistos falsos
A Polícia da República de Moçambique (PRM) deteve, semanda passada, no Aeroporto Internacional de Mavalane, em Maputo, nove cidadãos estrangeiros indiciados de prática do crime de falsificação de vistos.
O porta-voz do Comando-Geral de Polícia, Pedro Cossa, disse tratar-se de três chineses, três paquistaneses e igual número de indianos que foram detidos quando acabavam de desembarcar num voo da Ethiopian Airlines e que já foram repatriados para os seus países de origem.

O último repatriamento de estrangeiros pelas autoridades moçambicanas foi registado em Maio último. Na ocasião, a PRM repatriou 12 cidadãos estrangeiros detectados com vistos falsos também no Aeroporto Internacional de Mavalane.

Tratou-se de oito paquistaneses e quatro bengalis, que regressaram no mesmo avião que os havia transportado para Maputo. Coincidentemente, estes cidadãos vinha num avião da Ethiopian Airlines.