Camionistas mortos por supostos ladrões de combustível
Dois camionistas estrangeiros de longo curso foram mortos, com recurso a catanas, nas últimas duas semanas na província de Manica, quando transportavam combustível do porto para o interior, disse ontem à Lusa fonte policial.

Os camionistas, segundo a polícia, foram surpreendidos quando descansavam no interior das suas viaturas nos distritos de Báruè e Gondola (Manica), tendo, neste último, os supostos ladrões retirado, do camião-cisterna, 30 mil litros de combustível, que se destinavam a abastecer o Malawi.

“O último caso deu-se domingo, em Nhamatema (Báruè), onde um camionista malawiano e uma acompanhante zimbabweana foram mortos no interior do camião em que se faziam transportar. Os ladrões só levaram os documentos, mas há suspeitas de que o objectivo era o saque de combustível”, explicou, à Lusa, Belmiro Mutadiua, porta-voz da polícia.