O Governo acaba de abrir três novos centros abertos nos distritos de Anchilo, Matundo e Macia, nas províncias de Nampula, Tete e Gaza, respectivamente. A iniciativa visa dar mais oportunidades a crianças portadoras de deficiência o direito à educação.
A aposta do Ministério de Educação, neste momento, está centrada na capacitação de cada vez mais professores das escolas regulares em ensino de carácter especial, de forma a envolverem portadores de deficiências.

Até aqui, ao nível do país, cerca de 100 mil crianças com necessidade educativas especiais frequentam escolas do ensino primário, das quais 499 em escolas e turmas especiais, 270 no ensino secundário, 26 a frequentarem o ensino técnico-profissional e 42 a frequentarem o ensino superior.

O Ministério de Educação entende que as crianças portadoras de deficiências, ao invés de ser aglomeradas em escolas específicas, devem ser incluídas em escolas públicas, onde outras crianças sem deficiência frequentam.