Destaque Funcionário detido por alegada participação em burla de cerca de 16 milhões...

Funcionário detido por alegada participação em burla de cerca de 16 milhões de meticais em Niassa

Receba atualizações de trabalhos do MMO Emprego

Siga o nosso canal do Whatsapp para receber atualizações diárias anúncios de vagas.

Clique aqui para seguir

Um colaborador do Instituto de Cereais de Moçambique, na província do Niassa, foi recentemente detido sob acusação de envolvimento num esquema de burla que terá lesado uma empresa do setor agrícola em cerca de dezasseis milhões de meticais.

Além disso, outro trabalhador da empresa supostamente lesada encontra-se também detido por alegado envolvimento no mesmo crime. Paralelamente, as autoridades do Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) estão em busca de um terceiro funcionário do Instituto de Cereais de Moçambique que se encontra em fuga.

Segundo Moisés Matangue, porta-voz do SERNIC na província do Niassa, o crime terá sido perpetrado através da falsificação de fichas de armazenamento.

As autoridades do SERNIC expressaram preocupação com o aumento de casos de burla na região do Niassa. Desde o início do ano até ao momento, foram registados cinquenta e três casos deste tipo, em comparação com trinta e sete casos reportados no mesmo período do ano anterior.