Internacional EUA mata líder do Estado Islâmico em operação na Somália

EUA mata líder do Estado Islâmico em operação na Somália

Receba atualizações de trabalhos do MMO Emprego

Siga o nosso canal do Whatsapp para receber atualizações diárias anúncios de vagas.

Clique aqui para seguir

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos (EUA) informou que matou Bilal-al-Sudani, um dos líderes do Estado Islâmico (EI). Comunicado divulgado na quinta-feira (26) pelo governo norte-americano diz que outros membros do grupo extremista também foram mortos.

Segundo o departamento, o Exército americano, sob ordem do presidente Joe Biden, conduziu uma operação no norte da Somália, na última quarta-feira (25). O governo afirma que nenhum civil foi ferido na ação.

“Al-Sudani foi responsável por promover a crescente presença do Estado islâmico na África e por financiar as operações do grupo globalmente, inclusive no Afeganistão”, diz o informe de quinta-feira (26).

De acordo com o jornal The New York Times, o líder do grupo foi morto em um ataque com helicóptero em uma área remota da Somália. A publicação descreve que fontes locais afirmam que nenhum militar ficou ferido na operação.

“Essa ação deixa os Estados Unidos e seus parceiros mais seguros, e isso reflete nosso firme compromisso em proteger os americanos da ameaça do terrorismo doméstico e externo”, afirmou o secretário de defesa, Lloyd Austin, segundo o USA Today.