Início Internacional Africa Taxistas protestam contra extorsões da polícia de trânsito em Angola

Taxistas protestam contra extorsões da polícia de trânsito em Angola

Na província angolana de Cabinda, uma greve dos taxistas está a ter um grande impacto, com enchentes nas paragens. Os taxistas acusam a polícia de extorsão no trânsito. O fim da greve não tem data marcada.

Os taxistas da província angolana de Cabinda iniciaram na quarta feira (01.12) uma paralisação em protesto contra o que consideram ser uma prática de extorsão de dinheiro de que têm sido vítimas por parte dos agentes reguladores de trânsito nas operações recorrentes contra os taxistas.

Alguns automobilistas dizem estar agastados com o comportamento da polícia. “Os agentes alegam que a pressão é do depósito adulterado e o mau estado técnico de algumas viaturas, mas em contrapartida no terreno, quando você é interpelado, o único comportamento deste é levar o carro até a um parque”, contou um automobilista que pediu anonimato por recear retaliação.

A direção da Associação dos Taxistas de Cabinda (ATC) demarcou-se da greve, pelo que foi fortemente criticada pelos taxistas. “Temos o conhecimento, mas só que a greve não é legal. Somente a direção da Associação dos Taxistas de Cabinda deve decretar a greve porque ela tem em posse o caderno reivindicativo”, afirmou o secretário-geral da ATC, Fernando Mabanza.

Artigo anteriorEm Moçambique maior parte da população vacinada está no meio rural
Próximo artigoVenezuela transmitiu desenho animado com o presidente como super-herói