Início Sociedade Moçambique exortou países da SADC sobre resiliência climática

Moçambique exortou países da SADC sobre resiliência climática

Moçambique exorta os outros países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) a prepararem projectos transfronteiriços e a mobilizarem fundos para o aumento da resiliência climática nas bacias hidrográficas dos rios compartilhados.

O apelo foi feito pelo ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, clarificando que os recursos necessários poderão ser obtidos nos mecanismos das áreas de alterações climáticas disponíveis a nível global.

João Osvaldo Machatine, que falava, há dias, no Eswatini na assinatura dos acordos de estabelecimento e acolhimento da Comissão das Bacias Hidrográficas dos Rios Incomáti e Maputo, acrescentou que a necessidade de busca de fundos tem em conta os cenários das cheias e secas cíclicas que assolam os países-membros deste órgão do bloco regional.

O acordo junta Moçambique, o Reino de Eswatini e a República da África do Sul e foi rubricado pelos ministros que superintendem os pelouros de Recursos Hídricos.

Machatine considerou o entendimento um “marco importante”, apontando que deve ser visto também como uma manifestação da vontade inequívoca dos três países de contribuir para a gestão integrada dos recursos hídricos compartilhados dentro do quadro regional de cooperação para benefício mútuo, em respeito da soberania de cada um dos Estados-membros.

Disse ainda que para as bacias do Incomáti e de Maputo estão previstas medidas planeadas em Moçambique, tendo em conta o Protocolo Revisto da SADC sobre os cursos de águas compartilhadas.

FONTEJornal Notícias
Artigo anteriorHomens armados sequestraram cinco chineses em mina de ouro na RDC
Próximo artigoMilhares de pessoas protestaram contra medidas anti-Covid-19 na Europa