Três alunos de uma escola de Basileia, na Suíça, falsificaram SMS das autoridades de saúde para fingirem que tinham Covid-19 e faltarem às aulas.

No entanto, o estratagema correu mal porque a turma inteira foi posta de quarentena e rapidamente se descobriu a marosca.