O governo vai perder cerca de Três ponto Dois Mil milhões de meticais com a isenção do pagamento do imposto sobre o valor acrescentado IVA, uma medida que deverá entrar em vigor a partir do próximo ano até dois Mil e Vinte e Três.

O executivo submeteu a apreciação do parlamento a proposta de lei que altera um dos artigos do imposto sobre o IVA e hoje o documento foi aprovado na generalidade.

A isenção do pagamento do IVA vai incidir em produtos considerados básicos como óleo alimentar, açúcar, sabões, entre outros produtos intermédios.

O Ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, explicou que a com a entrada em vigor desta medida, anualmente, vão deixar de entrar para os cofres do estado mais de Um bilião de meticais.

Maleiane recordou que esta medida surge no contexto da covid-19 e o governo quer aliviar o impacto dos preços ao consumidor e conferir maior robustez a economia nacional.