Uma mulher, Grace Fosu, foi despedida através de uma chamada telefónica quando estava prestes a dar à luz, já em trabalho de parto, numa maternidade em Acra, capital do Gana.

Segundo avança a CNN, a mulher, de 33 anos, recebeu um telefonema do seu chefe a dizer que estava despedida.

“Estou em trabalho de parto e está a ligar-me para dizer isso? Quer que eu morra”, questionou Grace Fosu, de acordo com a mesma fonte, tendo no entanto dado conhecimento ao seu superior de que ia dar à luz uma menina.

“Foi um inferno. Fiquei mesmo muito triste depois de desligar a chamada. Não estava nada à espera disto”, relatou a mulher, que pouco tempo depois recebeu uma carta formal na qual podia ler-se que a sua gravidez era descrita como uma “ofensa”.

A mulher e o marido, Seidu Abubakari, haviam casado no ano anterior, depois de se conhecerem pela primeira vez num torneio de atletismo. O caso remonta a Setembro de 2014, mas só agora foi conhecido.

CM