David Braham, de 40 anos, ficou paralisado e em coma induzido após comer caril de frango. O pai de dois filhos ficou gravemente doente com uma intoxicação alimentar que desencadeou uma desordem auto-imune rara chamada Síndrome de Guillian-Barré.

O instrutor de condução de Bridgend, no País de Gales, ficou paralisado da cara para baixo, incapaz de falar e respirar e ligado a um ventilador por quatro meses.

Após ser retirado do coma, um mês depois de ser internado, o pai de um menino e de uma menina teve de reaprender a andar sozinho e a fazer algumas das coisas mais comuns do dia-a-dia.

“Sentia-me bem até comer o caril de frango. Tenho quase a certeza de que foi essa comida que causou isto. Eu não me senti bem”, disse.

Actualmente David continua a recuperar rodeado de família.

CM