Uma mulher judia cancelou o casamento com o noivo ao descobrir que ele é sobrinho-neto de Hitler.

Alexander, Brian e Louis Stuart-Houston são os últimos sobrinhos-netos vivos do tirano nazi Adolf Hitler e tentaram esconder o seu paradeiro ao longo de toda a vida.

Alexander, psicoterapeuta aposentado, actualmente com 68 anos e cujo o nome do meio é Adolf, é o mais velho dos três irmãos e, numa entrevista ao jornal alemão Bild, avançou que os irmãos tentaram manter-se solteiros ao longo de toda a vida, por forma a terminar definitivamente com a descendência de Hitler, segundo avança agora o Daily Mail.

Numa entrevista dada em casa, em Patchogue, Nova Iorque, Alexander revelou no entanto que um dos seus irmãos tentou casar com a namorada judia, mas que esta acabou por cancelar o noivado quando descobriu o paradeiro da família do companheiro. O pai dos irmãos, William Patrick Hitler, era sobrinho directo de Adolf Hitler.

Relativamente a Donald Trump e ao atual sistema político dos Estados Unidos da América, Alexander  explicou também o seu ponto de vista. “Há coisas que o Trump diz que estão corretas (…) é a maneira como diz que me incomoda. Não gosto de mentirosos”, avançou ao jornal Bild.

CM