Fernando Haddad deverá ser o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) às presidenciais brasileiras.

Com o prazo a aproximar-se do fim para uma decisão ser tomada, Lula da Silva prepara-se para desistir esta terça-feira da sua tentativa de candidatar-se às eleições de 7 de Outubro, dando assim lugar a Fernando Haddad.

Esta era uma hipótese cada vez mais forte na perspectiva de analistas e é agora confirmada por fontes do partido, que adiantaram à Reuters que o antigo presidente brasileiro deverá ‘atirar a toalha ao chão’ no que diz respeito às batalhas judiciais que tinha vindo a travar para se poder candidatar.

A condenação por corrupção irá assim manter Lula de fora de uma corrida que, pelo menos no que a sondagens diz respeito, estaria a liderar.

Fernando Haddad será a escolha do partido para encabeçar a candidatura às presidenciais.

Lula poderá fazer uma declaração a anunciar a decisão já esta terça-feira a partir da sede da Polícia Federal, em Curitiba, onde tem estado detido desde Abril por ter sido condenado num caso de corrupção.

Recorde-se que recentemente um comité das Nações Unidos apelou ao Brasil para que permitisse ao antigo presidente exercer todos os seus direitos políticos como candidato enquanto estivesse na prisão. Mas o Tribunal Superior Eleitoral rejeitou a candidatura de Lula, dando ao partido um prazo – que termina esta terça-feira – para apresentar outro candidato.

Notícias ao Minuto