Neymar Jr. fechou o acordo com o PSG em Junho e não em Agosto, como quis fazer crer aos responsáveis do Barcelona.

O CM teve acesso a um documento altamente confidencial, datado de 30 de Junho, no qual se prova que os parisienses já tinham montado toda a operação da chegada do astro brasileiro à cidade Luz.

A CMTV filmou o momento da partida do craque brasileiro. No documento estão identificados os dados do avião que iria transportar o jogador e o resto da comitiva, num total de sete pessoas para a capital francesa.

Também não foram descorados os membros da segurança e a presença de cerca de 500 jornalistas para cobrir o histórico momento.

Toda a operação foi preparada como se Neymar se tratasse de um chefe de estado, uma vez que o internacional brasileiro protagonizou a transferência mais cara de sempre do futebol mundial, custando ao PSG 222 milhões de euros.

O português Antero Henrique, o novo homem forte do clube francês e ex-dirigente do FC Porto, foi responsável pelo dossier deste espectacular negócio.

Contudo, a contratação promete dar que falar. Internamente, já se levantaram vozes críticas de algumas figuras da história do PSG, uma vez que não entendem o facto de seis empresários (Pini Zahavi, Marcelo Simoniam, Juan Figer, Wagner Ribeiro, Mohamed Afzal e Humberto Paiva) além do progenitor do craque (Neymar pai), terem direito a comissões e nenhum deles ser francês.

Cm

COMENTE PELO FACEBOOK