Dois agentes da polícia francesa foram mortos num tiroteio nos Campos Elísios, em Paris, esta quinta-feira ao final da tarde.

Caso está a ser investigado pela equipa de contraterrorismo da procuradoria de Paris. Um dos autores dos disparos foi morto pela polícia na resposta aos tiros, revela o Comando da Polícia de Paris. Testemunhas citadas pela televisão francesa indicam que o ataque terá sido levado a cabo por duas pessoas. O incidente ocorreu cerca das 21 horas, junto ao número 104 daquela avenida da capital francesa, perto de uma loja Marks & Spencers, revela a BFMTV.

Segundo testemunhas, o autor dos disparos saiu de um carro e começou a disparar com armas semiautomáticas Kalashnikov. Yvan Assioma, do sindicato da polícia Alliance, afirma que vários agentes, para além do ferido e da vítima mortal, foram atingidos por balas, mas que estas foram travadas pelos coletes de protecção. O porta-voz do ministro do Interior francês, Pierre Henry Brandet, adianta que ainda é cedo para perceber as motivações para o ataque, mas que os agentes, que estavam no interior de uma carrinha, foram “directamente visados” pelos disparos.

O suspeito pôs-se em fuga a tentar acertar em outros polícias e acabou por ser abatido. O caso está a ser investigado pela equipa de contra terrorismo da procuradoria de Paris. Segundo a agência Reuters, o homem abatido era conhecido das autoridades e as autoridades já estarão a realizar buscas na sua casa.

A polícia de Paris recomenda à população que se afaste daquela zona da cidade, onde estão a ser desenvolvidas investigações sobre o caso. Todo o bairro dos Campos Elísios foi encerrado pelas autoridades. Há pelo menos um helicóptero a sobrevoar a zona.

MSN

COMENTE PELO FACEBOOK