O Governo de Moçambique, representado pelos ministérios da Administração Estatal e Função Pública, Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos e pelo Ministério da Saúde, segue esta manhã para Zambézia, onde o Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário será o cabecilha de uma missão do Conselho Coordenador de Emergência com vista a um rápido restabelecimento da normalidade nas zonas afectadas pelas calamidades no centro e norte do país.

Dados apontam que estas calamidades já fizeram pelo menos 84 mortos, a maioria dos quais na Zambézia.

Segundo a Ministra da Administração estatal, Carmelita Namashulua, citada pelo Jornal Notícias, “o governo tudo está a fazer para que a vida possa voltar a normalidade. Esperamos que as populações não voltem às zonas de origem e que sejam encontradas alternativas em zonas seguras, para que possam construir suas habitações”, realçou.