Início Sociedade Segurança Engenho explosivo mata quatro pessoas na Cidade de Tete

Engenho explosivo mata quatro pessoas na Cidade de Tete

Quatro indivíduos de sexo masculino encontraram a morte instantânea na tarde da quinta-feira ao accionarem um engenho explosivo de tipo morteiro 62, nos arredores do bairro Samora Machel, no Município da Cidade de Tete.

Engenho explosivo mata quatro pessoas na Cidade de Tete

O porta voz do Comando Provincial da PRM em Tete, José Seda, disse ao nosso jornal que seis indivíduos, depois que descobriram o engenho de proveniência desconhecida e sem saber o era, transportaram-no para uma mata. Na tentativa de extrair algo do seu interior, o engenho explodiu e provocou uma explosão que originou a morte no local dos factos de quatro dos seis indivíduos.

“A PRM está a trabalhar com os sobreviventes, que ainda estão em estado de choque, para apurar mais detalhes sobre a proveniência do engenho e as suas intenções ao levá-lo para o mato, em vez de chamar as autoridades policiais. Estamos a suspeitar que estavam a tentar extrair algo como mercúrio ou alguns componentes como ouro no interior do engenho”- disse o porta-voz da PRM em Tete.

A nossa Reportagem ouviu na manhã de ontem a equipa de serviço do Banco de Urgências do Hospital Provincial de Tete, que confirmou a entrada dos corpos de quatro indivíduos e de dois feridos. Entretanto, depois que receberam o devido tratamento, regressaram às suas casas.

“Os ferimentos foram ligeiros e depois de um tratamento foram mandados de volta para as suas residências e passam a ter um tratamento ambulatório no centro de saúde do seu bairro” – disse a fonte do Banco de Urgências do Hospital Provincial de Tete.

As autoridades policiais na província de Tete aproveitaram a ocasião para lançar um apelo às comunidades para que, caso encontrem algo estranho dentro nas suas zonas de residência e machambas, devem evitar tocá-lo e comunicar de imediato às autoridades competentes com vista à sua remoção, evitando perca de vidas humanas.

Artigo anterior“Anacatana” voltam a aterrorizar Pemba
Próximo artigoExplorar todas as vias de diálogo – afirma a direcção da LAM face à ameaça de greve