Início Sociedade Justiça Advogado está na mira da OAM por violação de sigilo profissional em...

Advogado está na mira da OAM por violação de sigilo profissional em declarações

Ordem dos Advogados de Moçambique pediu em sede de tribunal a extração de documentos que contêm alegadas violações de sigilo profissional do advogado e declarante Imran Issa. Juiz já indeferiu o pedido.

A Ordem dos Advogados de Moçambique, assistente do Ministério Público no julgamento das dívidas ocultas, em Moçambique, requereu na terça-feira (07.12) ao tribunal a extração de certidões que contêm alegadas violações de sigilo profissional do advogado e declarante Imran Issa.

Na qualidade de declarante, Issa teria exposto conversas sigilosas em sede de tribunal que teve em tempos com os réus Ângela Leão e Fabião Mabunda sobre o recebimento de subornos do grupo Privinvest, envolvido nas dívidas ocultas.

Segundo a imprensa moçambicana, Imran Issa solicitou autorização à Ordem dos Advogados, a 29 de setembro, para cessar a obrigação de sigilo profissional relativamente aos ex-constituintes – uma lista que inclui também António Carlos do Rosário, antigo diretor da inteligência económica da secreta moçambicana, que o advogado disse ter tido contacto com o Presidente Filipe Nyusi na prisão, durante o seu depoimento em tribunal. A Ordem, diz a imprensa, concedeu autorização no mesmo dia em que Issa apresentou o pedido.

FONTEDW
Artigo anteriorINAE monitora fiscalização de preços nos mercados para conter especulação
Próximo artigoINAR repatriou 23 refugiados burundeses em Maputo