A Guarda Revolucionária do Irão disse ontem (05) que as autoridades neutralizaram uma tentativa de sequestro de um avião de passageiros na noite de quinta-feira, mas forneceu poucos detalhes sobre o que aconteceu.

A ação de sequestro tinha como objetivo um voo comercial regional que fazia a ligação entre a cidade de Ahvaz, sudoeste do país, e a cidade de Mashhad no noroeste do Irão, refereo portal da Guarda Revolucionária.

A Guarda não identificou o pirata do ar mas referiu que o sequestrador pretendia desviar o voo para a costa sul do Golfo Pérsico.

A descrição da rota pode incluir países como o Baharain, Arábia Saudita e os Eirados Árabes Unidos.

O portal indica ainda que o voo fez uma aterragem de emergência na cidade de Isfahan, no centro do país, e que ” ninguém ficou ferido”.

Desconhece-se se o pirata do ar estava armado e onde se encontra neste momento.

O aparelho, um Fokker100, deveter levantadovoo de Ahvazem direção a Mashhad às 19:15 de quinta-feira, de acordo com o portal internacionalFlightRadar24.com.

A companhia IranAirtem três aviões deste tipo, todos com 30 anos.

Nos voos domésticos iranianos é costume a presença de seguranças armados com a missão de impedirem eventuais ataques de piratas do ar.

A última ação de pirataria aérea no Irão ocorreu no ano 2000.