Cinco pessoas morreram e outras duas ficaram feridas em três explosões de minas que abalaram Cabul no sábado (20). De acordo com a polícia local as vítimas são das forças de segurança afegãs e civis.

“Houve três explosões de minas” em três bairros diferentes de Cabul, e “cinco pessoas foram mortas, e outras duas, feridas”, disse à AFP o porta-voz da polícia da capital, Ferdaws Faramarz.

O saldo foi confirmado pelo porta-voz do Ministério do Interior, Tariq Aryan. Nenhum grupo assumiu as explosões até o momento. Ainda segundo a polícia, uma investigação foi aberta. Esse tipo de ataques se tornou quase diário na capital afegã.

A violência no Afeganistão aumentou nos últimos meses, apesar das negociações de paz iniciadas em setembro entre os talibãs e o governo afegão. Até agora, não houve nenhum avanço significativo.

Os Estados Unidos e o governo afegão atribuem aos talibãs os assassinatos cada vez mais frequentes de jornalistas, defensores dos direitos humanos, juízes e políticos em Cabul. O grupo nega qualquer envolvimento nos ataques.