Iniciam dentro de dias os trabalhos de dragagem do canal de acesso ao porto de Quelimane, na província da Zambézia.

A operação culminará com a remoção de mais de trezentos mil metros cúbicos de sedimentos.

A intervenção, de grande vulto, permitirá o restabelecimento da cota estimada em seis metros, melhorando as condições de navegabilidade no complexo portuário.

O presidente do Conselho de Administração da Empresa Moçambicana de Dragagem (EMODRAGA), Domingos Bié, lembra que há mais de vinte anos que o Porto de Quelimane deixou de receber navios de grande calado devido ao progressivo assoreamento.

Pretende-se que, à semelhança do Porto da Beira, o de Quelimane responda aos novos desafios, em consonância com os padrões internacionais.