O ministro do Desporto italiano, Vincenzo Spadafora, voltou no domingo (25), a criticar Cristiano Ronaldo, que “violou os protocolos” por ter viajado “sem consentimento” das autoridades de saúde transalpinas de Turim para a concentração na Seleção Nacional.

“Um episódio desagradável, em que Ronaldo violou os protocolos, e isto é um facto, até porque há também uma investigação aberta pela Procuradoria de Turim”, começou por dizer o Ministro do Desporto italiano, em declarações reproduzidas pelo Tuttosport, falando posteriormente da continuidade ou não da Serie A:

“Não avaliamos a suspensão do campeonato neste momento. A Serie A estabeleceu um protocolo que não funcionou porque não foi respeitado. Outros exemplos a nível nacional criaram bolhas, tal como a NBA. Todavia essas bolhas têm funcionado com métodos questionáveis “, complementou Spadafora.