O médico Ulrich Klopfer, 79 anos, guardava 2.246 fetos humanos dentro de sua casa, em South Bend, cidade do estado de Indiana, nos Estados Unidos (EUA).

Os embriões foram encontrados alguns dias após a morte do homem. Além dos fetos que estavam dentro da residência, havia 165 fetos no porta-mala de um carro.