Treze militares franceses da força Barkhane perderam a vida no Mali numa colisão acidental entre helicópteros, durante uma operação de combate contra jihadistas na segunda-feira (25). A informação foi divulgada pela presidência francesa.

Emmanuel Macron saudou os militares, doze oficiais e um cabo-chefe. que “morreram pela França num duro combate contra o terrorismo no Sahel”.

“O presidente anuncia com fundo pesar a morte de 13 militares franceses na noite de 25 de Novembro num acidente envolvendo dois helicópteros durante uma missão de combate contra jihadistas”, pode ler-se no comunicado.

Esta é a maior perda de tropas francesas em combate na região desde o início das operações em 2013.

França tem mais de 4500 militares em acções de contra insurgência no Sahel, onde a violência levada a cabo Al-Qaida e o grupo Estado Islâmico áreas pouco populadas tem proliferado nos últimos anos.

Os guerrilheiros usam o norte e o centro do Mali para lançar ataques numa vasta área da região desértica.

Euronews