Segundo o noticiado pelo Mundo Deportivo de terça-feira, Neymar poderá assinar já em 2020 um mecanismo da FIFA que impede o PSG de exigir o valor que pretende receber com a venda do jogador.

A mesma publicação revela que, segundo os regulamentos do organismo que gere o futebol mundial, uma vez que o avançado canarinho não assinou qualquer extensão de contrato, tendo cumprido pelo menos três anos do seu vínculo, poderá pedir à FIFA para ‘orientar’ a sua saída do emblema parisiense.

Os responsáveis pela gestão da carreira do canarinho, que estarão conscientes de que o PSG fará todos os possíveis para travar a saída do jogador a baixo custo, já terão sondado a FIFA sobre este ponto. Ou seja, caso este mecanismo seja accionado, tendo em conta uma fórmula determinada por este organismo, Neymar poderia deixar a capital francesa por um valor próximo dos 170 milhões de euros.

A Bola