Extremistas islâmicos retiraram-se de sectores estratégicos da região de Idled, noroeste da Síria, na sequência de uma ofensiva das forças de Damasco, refere o Observatório Sírio para os Direitos do Homem.

De acordo com a organização não-governamental com sede em Londres os combatentes que integram grupos extremistas abandonaram a cidade de Khan Cheikhoun, província de Idleb.

Segundo a mesma fonte, verificou-se igualmente uma retirada de combatentes extremistas de alguns sectores localizados na província de Hama, sobretudo na área onde se encontra instalado um importante posto de observação das forças turcas.

Desde Abril, a onda de violência no noroeste da Síria já matou mais de 400 civis e forçou mais de 440 mil pessoas a fugir para a fronteira turca, segundo as Nações Unidas.

Notícias ao Minuto