A fé religiosa fez convergir milhares de pessoas no Estádio 25 de Setembro, no centro da cidade de Nampula, movidos pelo islão, a religião que ganha cada vez mais seguidores em Moçambique.

Os dados do último censo geral da população e habitação mostra que enquanto a religião cristã, católica, saiu de 28,4% da população praticante, em 2007, para 27,2%, em 2017, a religião islâmica saiu de 17,9% da população praticante para 18,9%, no mesmo período.

As províncias de Nampula, Niassa e Cabo Delgado têm maior parte da população muçulmana por isso nota-se multidões na celebração do fim do jejum.

No seu discurso por ocasião do fim do ramadã o governador de Nampula, Victor Borges, lembrou o sentido e o papel da religião na pacificação do país.

“Hoje é dia de festa, de abraços, de celebração da fraternidade”, disse.

O País