A Polícia da República de Moçambique (PRM) deteve, em Memba, província de Nampula, um suposto recrutador de membros que integram o grupo de insurgentes que aterrorizam a província de Cabo Delgado.

Trata-se de um cidadão de 34 anos de idade, acusado de ter recrutado 150 pessoas para o grupo de malfeitores.

O indiciado foi apresentado publicamente à população do distrito, esta segunda-feira, pelo Comandante-geral da PRM, Bernardino Rafael, quando orientava um comício no âmbito da ligação Polícia/ Comunidade.

Para além de ser acusado de recrutar cidadãos, o indivíduo em causa, foi neutralizado na posse de algumas pedras semi-preciosas, cartões de eleitor, instrumentos contundentes e cannabis sativa, vulgo suruma.

“Estamos preocupados porque os jovens, aqueles que deve produzir são enganados, são recrutados para engrossar as fileiras dos criminosos que estão a actuar na província de Cabo delgado. Todos os dias encontramos, capturamos jovens a serem recrutados, sobretudo do distrito de Memba”, disse.

RM