Depois de sucessivas lesões assim como da acusação de agressões, o passe do craque brasileiro passou de 213 milhões de euros em Janeiro, para 120 a 150 milhões de euros em Junho.

Não era, certamente, para ser assim a carreira de um dos jogadores mais promissores que o futebol viu nascer, mas a carreira de Neymar parece quedar-se a cada hora, e em paralelo, cai também o valor do seu passe.

O Observatório CIES do futebol, citado pelo “A Bola” avaliou o passe de Neymar no início do ano em 213 milhões, mas actualmente (Junho) baixou essa verba para um valor entre os 120 e os 150 milhões de euros.

Entre as razões desta redução do valor do jogador mais caro do mundo, o Observatório aponta as múltiplas lesões na última temporada e os escândalos em torno da sua vida privada.

Ney, como é carinhosamente tratado, foi o protagonista da transferência mais elevada da história do futebol quando trocou o clube espanhol, Barcelona, pelo Paris Saint Germain por uma verba 222 milhões de euros.

Com o passe a reduzir, a saída do astro brasileiro pode estar para breve dada a sua suposta insatisfação com o clube francês.

O camisola 10 dos parisienses, estará cansado dos fracassos europeus do PSG e entende que deve procurar a um campeonato melhor para continuar a sua carreira desportiva, escreve a edição online do jornal “A Bola”.

O facto acontece dois anos depois de ter trocado o Barcelona pelo emblema da capital francesa, pagando-se a cláusula de rescisão (222 milhões de euros), o brasileiro  terá agora claro que se equivocou, encontrando-se absolutamente desmotivado para iniciar para uma temporada em Paris.

Escreve o jornal português, que o brasileiro terá inclusivamente já feito saber isso mesmo aos responsáveis do clube, agora conscientes que o melhor mesmo será permitir a saída do jogador. Isto, claro, está desde que surja proposta correspondente com todo o potencial de Neymar.

O País