Uma reclusa norte-americana de 35 anos deu à luz sozinha numa cela de isolamento numa prisão na Florida, nos Estados Unidos, depois de cerca de sete horas a pedir ajuda, segundo avança o The New York Times.

Este caso originou uma onde de indignação, uma vez que vários pedidos de ajuda foram ignorados à mulher, Tammy Jackson, levando a cabo uma investigação por parte das autoridades para apurar as incidências.

De acordo com a mesma fonte, a reclusa gritou, bateu violentamente na porta da cela, mas sem sucesso.

“Ela foi forçada a agachar-se e a pegar no bebé enquanto dava a luz. É ofensivo para a humanidade ter de fazer isso”, disse um dos elementos das autoridades.

Após o parto, um médico e duas enfermeiras assistiram a mulher e a filha que acabara de nascer.

Segundo o mesmo jornal, Tammy Jackson havia sido acusada de posse de cocaína, em Janeiro.

CM