Tudo começa por volta das 07 horas e trinta minutos no acto de rendição, revista e contagem dos detidos nas celas do comando distrital. Na sequência os arguidos empurraram a porta e saíram em debandada. A polícia foi atrás e conseguiu recapturar sete dos doze foragidos.

“O que aconteceu naquele sábado foi uma coisa que ninguém contava. Eu sem saber aquele chefe chamado ‘Modja’ de Mocuba tinha um grupo dele verdadeiro para fazer a fuga na manhã de sábado as 07 horas”, explica um dos recapturado.

“Quando abriram a porta ouvi pessoas a fugirem e a disparar aqui fora. Eu saí e quando dei a volta na casa, me pegaram e me levaram para o comando”, disse outro foragido.

Sidner Lonzo, porta-voz da PRM em Nicoadala diz que já há pistas e a polícia está ao encalce dos cinco reclusos foragidos.

“De imediato foi possível neutralizar sete desses indivíduos que estavam indiciados em alguns crimes como furto qualificado e roubo. A polícia neste momento está a intensificar esforços com vista a recapturar os restantes cinco arguidos que fugiram das celas.

Entretanto a polícia também neutralizou uma quadrilha composto por cinco meliantes numa altura em que se dirigiam à residência de um cidadão Bengali.

O País