Um jovem de 20 anos foi preso acusado de fazer uma sopa com ossos humanos após roubá-los de um cemitério, na cidade de Conception Bay South, no Canadá. 

Lucas Dawe foi preso no início do mês de Abril quando vizinhos contaram à polícia terem visto o jovem lambendo ossos.

O perito criminal constatou que as ossadas encontradas na casa de Lucas eram de aproximadamente 100 anos atrás, mas o DNA não era compatível com o de nenhum membro da lista de desaparecidos da cidade.

Sam Rose, um dos responsáveis pelo cemitério, disse estar chocado com o caso: “Quando alguém enterra um ente querido, existe a suposição de que aquele será seu local final de descanso. Então quando uma violação como essa acontece, é chocante. Eu, pessoalmente, estou bastante chocado”, concluiu.

Lucas Daw também possui outras três passagens policias: uma por roubar 5.000 dólares e por violar ordens judiciais.

Rede TV