Está decretado um recolher obrigatório na vila da Mocímboa da Praia entre às 21H00 e 04H00 da madrugada. Durante sete horas, nenhuma pessoa ou veículo deve circular pelas ruas da vila.

Foi através do comunicado de 25 de Janeiro que o conselho municipal da Mocímboa da Praia decretou um recolher obrigatório, na sequência dos ataques armados que desde Outubro de 2017 já resultaram em mais de 100 mortos e centenas de casas queimadas no norte de Cabo Delgado.

Depois de um encontro que juntou residentes locais e Forças de Defesa e Segurança, o município decretou que “está interdita a circulação nocturna de veículos pesados, ligeiros motorizadas, bicicletas e peões, assim como o exercício de qualquer actividade comercial, projecção de filmes, discotecas no raio municipal, no período compreendido entre às 21H00 e 04H00”.

O recolher obrigatório vigora desde sábado e é justificado pelas suspeitas de que os insurgentes podem estar a circular pela vila durante a noite, segundo explicou à STV, o presidente do Conselho Municipal da Mocímboa da Praia. O recolher obrigatório é decretado a poucos dias do início do ano lectivo de 2019.

Fernando Neves, edil da Mocímboa da Praia garante que a situação dos alunos que estudam à noite será acautelada.

Recorde que foi exactamente na vila da Mocímboa da Praia que iniciaram os ataques armados no norte de Cabo Delgado, quando desconhecidos assaltaram o comando distrital da Polícia na madrugada de 05 de Outubro de 2017.

O País