Uma mulher com cadastro por fraude conseguiu infiltrar-se numa conferência de imprensa da polícia de Tampa, na Florida (EUA), fazendo-se passar por intérprete de língua gestual e fazendo uma série de gestos absurdos perante as câmaras que deixaram confusos os surdos que assistiam à transmissão televisiva.

As críticas não se fizeram esperar e a polícia já abriu uma investigação.

CM

Advertisements

COMENTE PELO FACEBOOK